Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine
página inicial » Comendo fora »

Cafés da manhã, Nova York e Washington Dc- 226 milhas em 6 xícaras

04/06/2018

por: Lili Ribeiro
Cafés da manhã, Nova York e Washington Dc- 226 milhas em 6 xícaras
Café nos Estates. Foto: Nathan Dumlao via unsplash

Fiz aqui um breve relato da minha impressão sobre os cafés que passei durante minha última visita aos Estados Unidos. São descrições bastante pessoais do que vivenciei em dias ensolarados e com pouco frio. Espero que gostem das dicas e sintam-se abraçados em cada gole de café. São 6 locais para tomar um bom café da manhã, 5 em Nova York e 1 em Washington D.C.

Washington D.C.

Baked & Wired

https://bakedandwired.com

Vontade de levar tudo. Foto: Lili Ribeiro


Cafeteria cheia de bossa, descontraída e aconchegante no bairro de Georgetown. Finais de semana as mesas são disputadas, pelos locais que chegam da sua corrida matinal e amigos que se encontram pra passar a manhã batendo papo. Vale sentar nas mesinhas na calçada em dias ensolarados na época da cherry blossom. Prove os bolos e cup cakes expostos de maneira irrecusável sobre o balcão, e não deixe de levar pra casa as granolas, que só de olhar enchem de vontade de provar todas.

New York
 

Sarabeth’s

http://sarabethsrestaurants.com/central-park-south
Tem 5 unidades em Nyc. Lugar casual, descontraído que serve café da manhã, almoço e jantar.

Nível Hard de panquecas da Sarabeth´s. Foto: Lili Ribeiro


Café da manhã sempre com mesas disputadas, mas o serviço é rápido. Lugar sem pompa, onde os New yorkers, gostam de se reunir pra fazer seu breakfast, em casal, amigos ou famílias. As opções de cardápio café da manhã são para quem tem fome. Pra quem não estiver com aquela fome de leão, pode dividir tranquilamente. As omeletes são ótimas e acompanham pão e bacon crocantes a parte. Provei a ótima
Goat Cheese com espinafre e pra arrematar o poderoso Buttermilk Pancakes Strowberries.


MUD Mudspot

https://www.mudnyc.com

MUDSPOT. Foto: Lili Ribeiro


Café descolado casual e aconchegante. Frequentado por jovens artistas e cabeças pensantes em Ny. Não é cafeteria famosa lotada, não espere garçons e pompa, mas tudo funciona. Curta os cafés bem tirados e aquele breakfast sem hora pra acabar!! Pegue uma mesa no fundo da cafeteria onde a luz da clarabóia e a parede de tijolinhos á vista convidam a nos sentir em casa. Neste dia pedi uma média cremosíssima digna de bis, e um avocado toast com sementes de abóbora tostadas, e ovo estrelado sobre uma fatia de pão indescritível.

Aconchegante MUDSPOT. Foto: Lili Ribeiro


Maison Erick Kayser

http://maison-kayser-usa.com/locations-upper-east-side-74th/
Com unidades pela europa, a Maison Kayser tem origem na França e serve todas as refeições.

Maison Kayser. Foto: Lili Ribeiro


O café da manhã tem sugestões desde os pães e doces da confeitaria Francesa que logo na entrada a vitrine nos paralisa de tão linda com suas delícias expostas. O lugar é pequeno, e o café da manhã geralmente tem espera. Não aceita pagamento em dinheiro, somente cartão de crédito. A omelete com salmão é uma boa pedida, e claro os pães e brioches. Tem excelentes opções take away no balcão para quem é adepto de levar o seu próprio café da manhã. Composições de sanduiches, iogurtes em suas camadas com chia e purés de frutas de todas as cores, de perder a cabeça! Essa que fui, fica na Columbus Circle, grudada no Central Park.

Pret A Manger

http://www.pret.com/en-us

Pret, Organic Coffee & Natural Food. Foto: Lili Ribeiro


Com várias unidades nos Eua e Europa, a rede tem pegada health food e cafés. Tudo é feito para você não ter que esperar para comer, é só escolher, pagar, sentar em uma das mesas ou levar tipo take away. Tudo é feito para você ter prazer ao comer e você terá a sensação de que realmente comeu algo saudável sem ser boring no sabor ou na aparência. Servem café da manhã, almoço e jantar. A vitrine vai mudando ao longo do dia.
No café da manhã a vitrine de opções com variedades que é impossível você não gostar de nada. Tem desde ovos cozido, eggwhite espinafres com bacon no pão de brioche quentinho, ou com mushrons, ou só omeletes, todo tipo de sanduiches quentes e frios super lindos e gostosos, mingau de aveia quentinho com canela e maça verde, iogurtes de todo jeito que você nunca imaginou, frutas in natura, sucos de todos tipos prensados a frio e frescos, shots com gengibre. Tudo orgânico. É uma mão na roda em viagem, facilita muito a vida para quem não incluiu o café da manhã na diária do hotel.


Bread’s

https://www.breadsbakery.com

Bread´s melhor Croissant da vida. Foto: Lili Ribeiro 


Indicação de uma amiga que mora lá, foi amor a primeira vista. O melhor croissant de chocolate da vida, e a mini baguete de queijo ainda não sei como descrever a delícia fora da curva. Essa que fui, fica no Lincoln Center, é bem pequenininha, então não desista se encontrar o lugar cheio e com fila pra comprar pão. Se distraia olhando e decidindo qual das mil delícias você vai querer provar e logo chegará sua vez de ser atendido. No verão tem edição limitada de cheesecake de mirtilos, se puder prove e me fale se não é um presentinho dos céus!! Ao meio dia servem saladas e sanduiches bem feitos.

Sugestões da casa:

 

Comendo fora
Caótico e surreal: conhecemos o Richmond Night Market em Vancouver

Caótico e surreal: conhecemos o Richmond Night Market em Vancouver

Estivemos no maior mercado noturno da América do Norte e comemos tudo o que foi possível da baixa gastronomia mundial.
11/07/2018
Comendo fora
Geleia de bacon, farofa doce de bacon e bacon empanado: o brasileiro não tem limites e essa chef também não

Geleia de bacon, farofa doce de bacon e bacon empanado: o brasileiro não tem limites e essa chef também não

Se tem uma coisa que todos concordamos é que o bacon poderia ser uma das sete maravilhas do mundo, não é mesmo? E uma chef catarinense especializada em hambúrgueres quer provar que também não há limites para degustar essa iguaria.
21/04/2018
Comendo fora
O que é que essa linguiça tem?

O que é que essa linguiça tem?

Fomos até Dumont para conversar com quem transformou a cidade em uma referência na produção de embutidos.
10/08/2017
Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #01
artigos

Fred Banionis

Fred Banionis

Assepsia cervejeira

Bia Amorim

Bia Amorim

Café, a locomotiva de todos os dias

Aline Silva

Aline Silva

COMO AS REDES SOCIAIS MUDARAM O RELACIONAMENTO DOS RESTAURANTES

Bia Amorim

Bia Amorim

Cerveja fase 2, o cervochato

Carina Tafas

Carina Tafas

Podemos exercitar nossos sentidos e aprimorá-los

Bia Amorim

Bia Amorim

Me tornei uma pessoa previsível fazendo café

saiba antes, saiba mais: