Para o topo
Farofa Magazine
Farofa Magazine

COMO AS REDES SOCIAIS MUDARAM O RELACIONAMENTO DOS RESTAURANTES

Por: Aline Silva

14/07/2018
COMO AS REDES SOCIAIS MUDARAM O RELACIONAMENTO DOS RESTAURANTES

Já faz parte do nosso dia a dia ler estudos e notícias sobre como a tecnologia vem transformando a relação entre clientes e restaurantes. Há alguns anos o relacionamento acontecia quase que de forma exclusiva no momento do consumo, é dizer, era necessário a presença física do cliente no restaurante e se limitava ao tempo que o mesmo permanecia no local.

Avaliando a jornada do cliente antes da chegada ao restaurante, podemos dizer que o processo era menos social e um pouco mais caro, pois a comunicação dava-se através de meios de divulgação tradicionais como jornais, revistas especializadas, guias de gastronomia, rádio, entre outros. De repente chega a tecnologia, e com ela os novos clientes hiperconectados em redes sociais que mudaram tudo. Eles ganharam poder e o acesso a informação global, compartilhada e barata que lhes permite decidir como e quando querem se relacionar com os restaurantes.

Agora a relação não precisa ser necessariamente presencial, e ainda o cliente pode compartilhar sua experiência nas redes de forma que seus comentários ou críticas se convertem em um potencial valor agregado para os demais.

Agora eles podem:

●. Buscar no Google um restaurante;

●. Consultar no Facebook ou Instagram um conteúdo mais visual ou pedir recomendação;

●. Reservar diretamente através dos sites dos próprios restaurantes ou aplicativos de reservas;

● Geolocalizar através de Google Maps a localização exata do estabelecimento e avaliar o tempo estimado de chegada até o local;

● Comentar através das redes sobre algum ponto que ele considere interessante;

●. Fotografar com e postar de forma instantânea no Facebook Live ou Instagram Stories os detalhes da sua experiência.

Postar através de plataformas de blogs pessoais dando um relato completo da experiência

Sem contar que muitas destas interações online permitirão conseguir benefícios que ele talvez não conseguiria nos antigos canais de relacionamento.

Por isto é cada vez mais necessário que os restaurantes se esforcem para ter uma presença ativa nos canais online, permitindo que esta experiência global aconteça dando o devido valor e atenção que o cliente conectado merece.



Aline Silva
Aline Silva
Mais artigos deste autor

Comente aqui:
Voltar para a página anterior
download edição atual
FAROFA #01
artigos

Bia Amorim

Bia Amorim

Brigando com nossos gostos cervejeiros

Bia Amorim

Bia Amorim

Dias de RIS

Fran Micheli

Fran Micheli

Sobre salsichas e pessoas em conserva

Aline Silva

Aline Silva

5 Reflexões para o seu café, bar ou restaurante

Bia Amorim

Bia Amorim

Aquele arroz doce doido de bom, OMADDM

Fred Banionis

Fred Banionis

Assepsia cervejeira

saiba antes, saiba mais: